Pular para o conteúdo principal

Secrets & Lies — Conheça: Joey Brooks

*Entrada triunfal de Quinn Fabray para este post que nada tem a ver com ela ou Dianna Agron*

HEY, POVO! Ninguém pediu pelo que farei aqui no blog, mas cá estou eu para apresentar todos os personagens de Secrets & Lies, como uma forma de promover a grande estreia da fanfic - que continua sendo no inverno deste ano.
Começarei com um personagem já apresentado no prólogo... cliquem logo aqui abaixo!

--> Conheça: Joey Brooks, o Policial Novato


Interpretado aqui por Dylan O'Brien (tadinhos de vocês que não o reconheceram na foto acima, mas achei bem mais a cara do Joey colocar essa, então não discutam comigo, vlw, flw), Joey Brooks é o típico policial novato que não é um expert em operações policiais, mas sabe se virar quando algum desafio lhe é proposto. Além de ter uma fobia irreparável de sangue - o que é contraditório, se notarmos a profissão do cara - é um dos encarregados do inquérito envolvendo o assassinato misterioso de Marybeth Fields e mais detalhes não podem ser revelados porque ele não permitiu o vazamento de informações preciosas deste mesmo inquérito para nós, meros leitores mortais que teremos de esperar até junho para isso. (hehe)
Ah, e ele também é irmão de criação do detetive Nathan "Nate" Brooks, com o qual tem uma relação um tanto quanto complicada devido a divergências do passado.

Animados? Fiquem assim até junho de 2015! <3, Vitor

Postagens mais visitadas deste blog

"O Curioso Caso de Daniel Boone": Dreamcast [ATT]

Hello from the other side!

Segue abaixo a lista de personagens e seus respectivos "atores/atrizes dos sonhos dos autores da fic":

"Save Me" (da trilha sonora inspirada de Summertime Sadness)

Espero que gostem dessa canção. Escrevi-a para demonstrar meu amor pela fanfic "Summertime Sadness", escrita pela minha melhor amiga Natasha (que usa o pseudônimo Anne Bridge) <3 font="">


Everything is falling around me And I’m afraid of falling along with it There’s nothing here in me to see There’s only the woman I used to be
The devil found out my weakness The devil found out our secret And he said he can’t leave me in peace So my life ends here, with no sequel
There was not something to hold on to Until I hear your voice in my mind It gives me hope, it gives me hope You may be the only one who can save my life Tell me, can you save me? Can you save me? Can you save me from this end? Tell me, can you save me? Can you save me? Can you save me from this end?
The memories of us together They make me wanna live for sure While the devil holds my shoulder And tells

"A Life Without You"

Sim, crianças. Não se passou nem um dia direito e eu já tô aqui com outra música que compus. Na verdade, eu a escrevi em 2016, mas a encontrei em meus arquivos hoje e quis mostrar a vocês.  "A Life Without You" é uma das minhas composições favoritas porque experimentei uma nova linha de composição, mostrando fatos de um dia-a-dia e os misturando com os sentimentos do "eu lírico". Eu a escrevi ouvindo "Pills N Potions", da Nicki Minaj, e acabei relacionando as batidas da música dela com a metrificação dos versos aqui; então, se quiserem ouvi-la também enquanto leem, é uma boa. Espero que gostem dessa também <3 font="">